DICAS ESSENCIAIS PARA TRANSPORTAR BEBÊS E CRIANÇAS NO CARRO

Em geral, crianças requerem muita atenção quando o assunto é segurança. No carro então, nem se fala. É importante ter alguns cuidados em mente durante o transporte para evitar possíveis acidentes.

Para isso, existem leis e acessórios que garantem a segurança e o bem-estar dos pequenos. Com a chegada do Dia das Crianças, separamos 4 dicas especiais para você ter passeios mais tranquilos:

1. Acomode as crianças no banco de trás

Por mais divertido que seja sentar no banco da frente quando se é criança, o condutor do veículo que permitir isso estará descumprindo uma lei do Código Brasileiro de Trânsito. A regra determina que crianças de até 10 anos devem sentar atrás, sendo que até os 7 anos e meio elas só podem ser transportadas no veículo com assentos especiais.

A multa por qualquer descumprimento em relação à segurança dos pequenos passageiros é de R$ 293,47.


2. A escolha do assento correto também é muito importante 

A primeira coisa a se fazer na hora de comprar o assento para seu bebê ou criança é verificar se o acessório é certificado pelo selo do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial).

Além disso, é preciso ficar atento às idades corretas:

  • bebês de até 1 ano de idade devem ser transportados no banco de trás do carro, no bebê conforto e de costas;
  • crianças entre 1 e 4 anos devem ficar na cadeirinha, presas com o cinto e no banco traseiro;
  • crianças com idade entre 4 e 7 anos e meio, devem utilizar um assento de elevação no banco de trás;
  • crianças com idade entre 7 anos e meio e 10 anos precisam usar apenas o cinto de segurança com 3 pontos no banco de trás.

3. Fique atento e tenha cuidado com atitudes perigosas

Confira algumas ações que devem ser evitadas durante as viagens para manter o transporte seguro:

  • nunca transporte crianças no colo, mesmo no banco de trás;
  • não utilize os cintos de segurança do carro nas crianças menores;
  • trave as portas para que não sejam abertas por dentro;
  • deixe as janelas abertas para somente a passagem de ar;
  • jamais coloque duas crianças na mesma cadeirinha ou cinto de segurança.


4. Observe o momento ideal de passar para o banco da frente

Mesmo depois da criança ter completado 10 anos ou mais, é preciso verificar a estatura dela. Afinal, ela precisa ter altura ideal para que o cinto de 3 pontos do banco dianteiro não a sufoque ou fique largo demais.

Outro ponto importante é educar a criança quanto aos cuidados que ela deve ter ao sentar na frente. Nesse sentido, explique que ela não pode fazer brincadeiras que atrapalhem o condutor ou tirem sua atenção do trânsito, além de falar sobre a importância do cinto de segurança. Uma boa conversa fará toda a diferença para que ela se torne um(a) grande motorista no futuro.

Gostou das dicas? Então compartilha com a família inteira pra todo mundo dirigir com mais segurança.

Fonte: Hpoint