10 CUIDADOS BÁSICOS QUE VOCÊ DEVE TER COM SUA MOTO!

Depois de tanto esforço para realizar o sonho de comprar a sua motocicleta nova, chegou a hora de saber como fazer para mantê-la em ordem. Isso é fundamental para que a moto tenha vida longa, não gere muitos custos com manutenção e se mantenha valorizada, importante para quando for trocá-la.

Lembrando que os cuidados básicos apresentados aqui não substituem a necessidade de se fazer a manutenção periódica. É a associação de ambos os cuidados que deixará a sua moto sempre nova.

Preparado(a) para cuidar da sua moto? Então, siga em frente!

1. TROQUE O ÓLEO REGULARMENTE

Os motores a combustão possuem diversas peças que se movimentam muito próximas umas das outras, gerando enorme atrito entre elas. Para diminuir esse atrito, a correta lubrificação é fundamental. Sem ela, o movimento de fricção entre os componentes gera tanto calor que é capaz de fundir o motor, ocasionando um prejuízo enorme.

Para evitar esse tipo de problema, mantenha o motor da sua motocicleta sempre lubrificado. Basta seguir as recomendações do fabricante, tanto em relação ao período entre as trocas, quanto ao tipo de lubrificante a ser utilizado. Para saber mais detalhes, basta consultar o manual do proprietário.

2. MANTENHA OS PNEUS CALIBRADOS

Os pneus são responsáveis pelo contato da motocicleta com o solo de maneira confortável e segura. No entanto, isso é conseguido apenas quando os pneus estão corretamente calibrados.

Pneus murchos fazem com que a motocicleta gaste mais combustível, além de se desgastarem rapidamente nas suas bordas. Por outro lado, pneus muito cheios têm menos aderência ao solo, tornam a pilotagem desconfortável por não amortecer bem os impactos e se desgastam mais rapidamente no centro da banda de rodagem.

Portanto, o ideal é manter a calibragem recomendada pelo fabricante no manual do proprietário. E procure calibrar os pneus toda semana ou a cada 1000 km, o que ocorrer primeiro. Outro cuidado é calibrar os pneus quando eles estiverem frios, antes de rodar muito com a moto naquele dia.

3. NÃO DESCUIDE DA LIMPEZA DA MOTO

A sujeira que adere sobre a moto pode causar prejuízo ao dono, pois é oxidante. Ou seja, deteriora a pintura e os componentes de plástico e de borracha, tornando-os esbranquiçados e quebradiços. Itens metálicos, como o chassi, podem acabar enferrujando se não forem limpos com frequência e adequadamente.

Dessa forma, mantenha a sua motocicleta sempre limpa, livre de poeira, terra, insetos mortos e excrementos de animais. Para isso, use apenas água e xampu neutro. Evite o uso de máquinas de lavar de alta pressão e produtos abrasivos. Além disso, faça a limpeza na sombra e com o motor frio.

4. VERIFIQUE O ESTADO DOS CABOS

Uma motocicleta precisa de 3 tipos de cabos para funcionar corretamente: o cabo do acelerador, o da embreagem e os dos freios. Repare que esse componente está presente nos principais sistemas da moto. Portanto, é preciso ter muito cuidado com eles.Dessa forma, tenha o hábito de verificar se eles estão regulados e lubrificados. Além de fazer com que a vida útil aumente, esse é um dos cuidados com a moto que aumentam o conforto e a segurança na pilotagem. Os cabos de freio sem lubrificação, por exemplo, tornam o acionamento duro, o que pode ser um problema em uma frenagem de emergência.

5. MANTENHA A CORRENTE REGULADA E LUBRIFICADA

A corrente de transmissão é essencial para uma motocicleta, pois é ela que transmite a força do motor para a roda traseira. Sendo assim, é importante mantê-la lubrificada e regulada. Ao lubrificar, utilize o óleo adequado. Algumas pessoas têm o hábito de utilizar o óleo usado do motor, retirado em uma troca. Porém, isso não é adequado, pois esse lubrificante não possui as propriedades adequadas para o uso em correntes.

Outro cuidado é relacionado à tensão da corrente. Ela precisa estar equilibrada. Caso esteja muito folgada, pode travar a roda ou enrolar na parte frontal e danificar o motor. Já com muita tensão, pode acabar arrebentando. Para facilitar a regulagem, muitas motos possuem uma marcação indicando a tensão adequada da corrente.

6. FAÇA UMA INSPEÇÃO DIÁRIA

Um dos cuidados com a moto mais importantes é a inspeção diária. Com ela, você garante que estará em segurança ao pilotar. Além disso, é muito fácil de fazer. Basta ver se a moto tem algum vazamento, barulho estranho ou dificuldade no acionamento de freio, embreagem e acelerador. Veja também se os pneus não estão murchos e se todas as lâmpadas acendem.

7. RESPEITE OS LIMITES DA MOTO

Cada motocicleta é projetada para atender a um determinado tipo de uso. Algumas são feitas para rodar na cidade, em velocidades mais baixas. Outras são estradeiras, enquanto algumas se saem melhor na terra. Sabendo disso, procure respeitar os limites que cada moto possui, em relação ao conjunto de motor, transmissão, suspensão e freios.

Uma moto de baixa cilindrada, por exemplo, terá sua vida útil diminuída se for utilizada sempre em altas rotações, em estradas ruins ou de terra. Além disso, exigir muito de uma moto, com acelerações e freadas bruscas, resultam em freios, pneus e amortecedores desgastados mais rapidamente.

8. TENHA CUIDADO AO ABASTECER

Em época de combustível caro, um posto oferecendo preços baixos é uma grande tentação. No entanto, não caia nessa armadilha e desconfie de valores fora dos praticados na região. Para ter mais segurança, pesquise no site da ANP os postos na sua cidade que estão autorizados a revender combustíveis.

Isso evita abastecer com combustível batizado, o que causa diversos problemas no motor da motocicleta e aumenta o consumo. Para completar, jamais ultrapasse a marca limite indicada no bocal. Isso previne de derramar combustível e estragar a pintura da moto. No entanto, caso isso ocorra, lave a moto imediatamente, com bastante água e sabão.

9. FIQUE ATENTO ÀS REVISÕES

Agora que você já conhece os principais cuidados com a moto, ficou faltando apenas seguir o plano de revisões recomendado pelo fabricante. Verifique no manual do proprietário os intervalos de tempo e quilometragem indicados e siga-os à risca.

Esse cuidado é fundamental para realizar a manutenção preventiva que possui custo mais baixo que a resolução de problemas, além de ser essencial para manter a garantia de fábrica. Portanto, jamais descuide das revisões periódicas.

Viu como é fácil manter a sua motocicleta em ordem? Tomando todos esses cuidados com a moto, você terá em mãos um veículo seguro, confortável e com bom valor de revenda.

10. PROTEJA A SUA MOTO EM CASO DE ACIDENTES E FURTOS

Talvez o item mais importante, proteger a sua moto contra possíveis imprevistos é essencial. Com a Awa, você fica mais tranquilo por saber que estamos cuidando do seu patrimônio, e se vê livre das futuras dores de cabeça que podem aparecer.

FICOU INTERESSADO(A)? CLIQUE AQUI!

Fonte: Honda